O Guia do Gourmet visitou a Feira da Kantuta, onde se pode encontrar um pedacinho da Bolívia em São Paulo.

Kantuta é o nome de uma flor em formato de sino, com as cores da bandeira Boliviana. A feira ocorre todos os domingos, das 11h às 19h, na Praça da Kantuta, próximo à estação Armênia, em São Paulo/SP. A organização é por conta da comunidade boliviana que reside em São Paulo e nas proximidades.

Feira Kantuta

Na feira é possível encontrar comidas e bebidas típicas, artesanatos, bijuterias, instrumentos musicais, cereais, temperos, músicas e folclore típico boliviano organizado para celebração das festas do país. O Guia do Gourmet foi orientado pelo Sr. Gonçalo, um boliviano, gente boníssima que fizemos amizade na feira e que nos esclareceu desde a base da culinária, cultura, até fatos históricos mais curiosos.

Kantuta

Anticucho

Comemos o Anticucho, um espetinho de coração bovino grelhado. O prato é típico, possuindo alguns segredos no seu preparo. O coração é deixado em uma marinada, de véspera, depois é cortado em finas fatias e colocado em um espetinho de bambu.

Kantuta - feira boliviana

Anticucho

Depois é grelhado na brasa e, durante o cozimento, é pincelado com um tempero especial. É servido com batatas assadas e um molho de pimenta artesanal.

Nós amamos esse prato. Na nossa visita à feira, fomos acompanhados por duas Food Lovers, que de início estavam apreensivas em comer coração bovino. Quando degustaram a iguaria boliviana, até pediram mais um espetinho, pois a carne estava no ponto, sem gordura e com um sabor excelente.

kantuta

Bebemos uma bebida típica, o Guarapo, fermentada à base de uva, condimentada com canela, anis estrelado e outras especiarias. A fermentação estava no início, segundo o Chef que nos serviu, tendo aproximadamente uma semana. Segundo o Sr. Gonçalo, “a bebida fica mais saborosa conforme aumenta o tempo de fermentação e deve ser consumida com moderação, pois parece muito suave e docinha, mas após alguns copos a Terra gira´´. É simplesmente divina essa bebida, servida bem gelada, lembra um suco de uva suave, aromático e levemente alcoólico.

Continuando nossas andanças pela feira, que tem uma extensão aproximada de duas quadras, experimentamos o Chicharron, outro prato tradicional composto de pernil suíno frito, acompanhado de milho branco cozido, batata preta cozida e banana frita. O prato vem acompanhado de um molho de pimenta caseira.

O lombo estava bem crocante e temperado, delicioso para acompanhar uma cerveja boliviana ou nacional. Na ocasião não bebemos cerveja, pois estávamos ainda degustando os prazeres do Guarapo. 🙂

Compramos alguns temperos, como pimenta vermelha em pó e amendoim na casca (gigante). Na feira há algumas barracas com produtos típicos, alguns frescos, outros desidratados e alguns industrializados, porém todos bolivianos. É interessante as variedades de batatas e milhos, de várias espécies, cores e sabores.

Kantuta - feira boliviana

Experimentamos também mais duas bebidas típicas: a Chicha Cochabambina (bebida fermentada de milho branco) e a Garapiña (bebida fermentada de vinho roxo).

Kantuta - feira boliviana

O intuito da feira é reunir os imigrantes bolivianos para matarem a saudade da “terrinha” e celebrar as datas comemorativas, como por exemplo, no dia de nossa visita (09/10/16), encontramos uma barraca com crianças trajadas como Chefs de cozinha, preparando massas para minipizzas. Também ocorriam danças típicas com os pequenos em comemoração ao Dia das Crianças (apesar de ser comemorado em 12 de abril na Bolívia).

Kantuta - feira boliviana

Milho preto

A dica é ir para a feira com a mente aberta, os olhos curiosos e se entregar à experiência gastronômica. A comida é saborosa, com sabores latinos e bem temperada. Em caso de dúvida, converse com alguns donos de barracas, pois o povo boliviano é muito receptivo e disposto a compartilhar sua cultura com os brasileiros.

💰 Ticket médio: R$ 25,00

📬 Endereço / bairro / cidade / estado / país: Praça Kantuta – Rua Pedro Vicente, S/N – Bairro: Canindé – São Paulo/SP

Contato (Telefone / site / e-mail): –

🕜 Horário de funcionamento: todos os domingos, das 11h às 19h

Entrada: Gratuita

Outras informações / dicas: Leve dinheiro, trocado, pois a maioria das barracas não aceitam cartão

🚲 Acesso de bicicleta: sim

🚾 Sanitários: sim

🏆Classificação do guia: ♡♡♡♡

 

Confira outros eventos em São Paulo

Deixe um comentário